domingo, 15 de julho de 2007





Mouschi, O Gato de Anne Frank

de José Jorge Letria
Ilustrações de Danuta Wojciechowska
Edições Asa, 2002

Mouschi existiu realmente e foi levado para o anexo por Peter van Pels, um jovem companheiro de cativeiro de Anne Frank. O dia-a-dia no anexo, a rotina de um grupo de pessoas refugiadas do terror nazi e a esperança numa libertação que acabou por não chegar, são assim contados neste livro por um animal de estimação que se transformou em testemunha singular de uma tragédia humana.

1 comentário:

Menina_marota disse...

Comovente, como são todos os relatos desta época triste...

Bj e boa semana