sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

© Diego Freitas
Portefólio aqui
.

4 comentários:

Mary Miranda disse...

Linda essa foto!!!!
A mamãe e o neném fofinho no telhado.
Naturalmente ela já está ensinando as artes felinas, de como escalar com rapidez para chegar até lá!
Um abraço,
Mary.

João Barbosa disse...

lindos

Anónimo disse...

Só agora me levantei, destroçado.
A noite de ontem que antevia de gloriosa, foi a pior noite da minha vida.
Quando cheguei a casa o meu Querido Gato dormia. Mas célere acordou quando sentiu que me deitava.
E, ao de leve, pela primeira vez, como se adivinhasse a minha tristeza, veio ter comigo e aninhou-se no cobertor da minha cama. Não o quero habituar a isto, mas esta noite até lhe agradeci.
Amanhã, domingo, tentarei dissipar o nevoeiro da minha mente.
Segunda-feira, falarei convosco.
Foi triste, a noite.
lp

Tomás Nobre disse...

Assim como tu amas a esses maravilhosos seres que são os gatos, estou certo de que amarás também os poemas que aparecem em Rimas Clásicas de Amor, em lulu.com/es. Acessa o sítio e lê grátis o poema que figura na contracapa. Só os bons autores exibem poemas aí, enquanto que os outros só te permitem vê-los após a aquisição da obra! Busca agora mesmo Rimas Clásicas de Amor e descobre por que essa obra já se encontra em uma ótima posição no ranking de lulu.com/es, ainda que tenha sido lançada há poucos dias!